Introdução aos Investimentos: risco econômico, político e legal

A análise do risco econômico, político e jurídico de um país/empresa/negócio é muito importante.

Antes de mais nada, vamos entender um pouquinho melhor sobre risco.
risk1

Risco é a probabilidade de insucesso de determinada escolha, em função de acontecimento eventual, incerto, cuja ocorrência não depende exclusivamente da vontade dos interessados.

O risco está presente em toda nossa vida. Todas as decisões apresentam riscos. A escolha da profissão, do bairro, do negócio e do cônjuge são alguns exemplos.

unnamed

As decisões nem sempre são racionais, ou seja, mensuram os riscos envolvidos na escolha, em contrapartida dos possíveis benefícios. Visando auxiliar na tomada das decisões de grandes corporações e de investidores, estabeleceram-se algumas formas de mensuração.

download

Um expoente no assunto é Aswath Damodaran,  professor de Finanças na Stern School of Business – New York University. Damodaran é reconhecido por várias publicações de estudos em periódicos como The Journal of Financial and Quantitative Analysis, The Journal of Finance, The Journal of Financial Economics, e Review of Financial Studies.

Aswath Damodaran divulgacao

Recentemente, em seu artigo Country Risk: Determinants, Measures and Implications – The 2015 Edition, explicou sobre três formas de riscos encontradas nos países: econômico, político e legal.

Este post de abertura do blog será responsável pela tradução e sintetização de pequena parte do conteúdo, pois o artigo integral apresenta 97 laudas.

 

Country Risk: Determinants, Measures and Implications – The 2015 Edition

“Algumas partes do mundo são mais propensas a gerar surpresas políticas e econômicas do que outras. Empresas e investidores são obrigados a vislumbrar para fora de suas fronteiras. Este pode ser um bom momento para entender como e por quê o risco varia entre países.

I. RISCO ECONÔMICO

a. Histórico de Nível de Desenvolvimento

Empresas no início de seus ciclos de vida apresentam crescimento pujante. No entanto, são mais voláteis e arriscadas do que empresas mais solidificadas no mercado. O mesmo conceito é estendido para países com economia emergente: apresentam maior crescimento e maiores incertezas do que economias consolidadas.

b. Concentração Econômica

Países que dependem de poucos bens ou indústrias, apresentam maior volatilidade econômica do que países com economias diversificadas. Países com economias menores são mais propensos a enfrentar este problema, já que são obrigados a participar de apenas alguns nichos da economia global.

(abaixo segue o mapa múndi do Índice de Concentração Econômica. Basta clicar na imagem para visualizá-la em tamanho maior)

35243

II. RISCO POLÍTICO

a. Mudanças Contínuas e Descontínuas

O debate sobre o risco ser maior em democracias ou autocracias é antigo. Por um lado, as democracias criam mudanças contínuas. Os governos recém eleitos sentem  poucos escrúpulos em modificar políticas adotadas por governos anteriores. Nas autocracias os governos prometem entregar maior estabilidade, embora inovações são mais dolorosas e difíceis de ocorrerem.

b. Corrupção e Custos Secundários

A corrupção e o suborno criam custos indiretos para as empresas, de forma que os mesmos podem ser contabilizados como impostos. É extremamente difícil operar um negócio em um ambiente corrupto, o que geralmente expõe a mais riscos, uma vez que os custos são imprevisíveis e as regras não são escritas.

(abaixo segue o mapa múndi da Corrupção. Basta clicar na imagem para visualizá-la em tamanho maior)

35151

c. Violência Física

Operar um negócio não expõe apenas ao risco econômico. O risco físico, como guerras, violência civil e terrorismo também causam estragos. A extensão deste perigo varia em todo o mundo.

(abaixo segue o mapa múndi da violência por país, realizado pelo Institute for Peace and Economics. Basta clicar na imagem para visualizá-la em tamanho maior)

35152

d. Risco de Nacionalização/Expropriação

Embora menos frequente nos últimos anos, ainda é um risco a ser levado em consideração. Existem alguns países que estão mais propensos a nacionalizar ou expropriar bens, em nome do ” interesse nacional”.

III. RISCO LEGAL

Os investidores e as empresas são dependentes de sistemas jurídicas que são aplicados as suas propriedades. Países com sistemas ineficazes e não confiáveis são mais arriscados, e incorporam um aumento exponencial no risco implícito da operação.”

(abaixo segue o mapa múndi da proteção aos direitos de propriedade. Basta clicar na imagem para visualizá-la em tamanho maior)

35248

Conclusão: Damodaran consegue transmitir, de forma simples e didática, os principais conceitos dos riscos envolvidos nos países ao redor do mundo. Ao analisar  as três formas de riscos, conseguimos perceber os melhores países para iniciar negócios, investir o capital ou até mesmo viver.

Advertisements

2 thoughts on “Introdução aos Investimentos: risco econômico, político e legal

    • Grande BPM!

      Sem dúvidas é difícil mensurar com precisão o risco econômico, político e legal na hora de diversificar internacionalmente o portfólio. Os mapas acima ajudam a selecionar os países com históricos favoráveis ao investidor e empreendedor, mas nada garante que no futuro ele continuará sendo um porto seguro para negócios.

      A tendência é que países bons continuem bons e países ruins continuem ruins, com transições lentas e graduais. Mas, como diz o velho ditado …’rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura’ kkk

      Abraço!

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s